UniMAX desenvolve encaixes para máscaras de mergulho adaptada

Professores e alunos da UniMAX desenvolvem encaixes para máscaras de mergulho adaptada para evitar contágio da Covid-19

Encaixes foram entregues ao diretor do Hospital Augusto de Oliveira Camargo, Dr. José Carlos Ribeiro da Motta Filho e será destinado aos profissionais de saúde do local

Tendo por base três modelos de máscaras de mergulho, o professor do curso de Arquitetura e Urbanismo da UniMAX – Centro Universitário Max Planck de Indaiatuba, Rodrigo Argenton Freire, desenvolveu modelos de encaixes que podem ser acoplados em máscaras de mergulho e filtros HEPA (High Efficiency Particulate Arrestance), tecnologia empregada em filtros de ar com alta eficiência na separação de partículas. Em diversas partes do mundo, profissionais da saúde têm utilizado a máscara adaptada em áreas onde há alto risco de contágio da Covid-19.

Para a realização do teste e prototipagem do material, o docente contou com o apoio do técnico de Laboratório Fernando Rios, do egresso Eduardo Senda e da aluna de Arquitetura e Urbanismo, Thais Fabrizzi e do Fablab Amado, onde a estudante trabalha. O trabalho foi feito no FabLab do Centro Universitário Max Planck.

O uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) é de extrema importância para os médicos, enfermeiros, entre outros profissionais da saúde que atuam diretamente no tratamento de pessoas infectadas pelo novo Coronavírus. A intenção é aumentar a proteção. “Em situações de emergência se faz necessária a ação rápida e o uso de soluções alternativas. Por esse motivo, e com base em exemplos desenvolvidos em outros locais e compartilhados em plataformas de OpenDesign, desenvolvemos estes modelos”, ressalta o professor Rodrigo.

Em diversos países da Europa, as máscaras de mergulho adaptadas também têm sido utilizadas para aliviar os pulmões dos pacientes em tratamento do Covid-19 e têm minimizado a falta de respiradores artificiais.

Já os encaixes produzidos pela UniMAX foram entregues ao diretor do HAOC (Hospital Augusto de Oliveira Camargo), Dr. José Carlos Ribeiro da Motta Filho e serão destinadas aos profissionais de saúde do local.

Texto: Tatiane Dias (MTB 67029)

Quantidade: 4
Beneficiados diretos:
Artistas e profissionais da cultura
Comunidades quilombolas e aldeias indígenas
Crianças e adolescentes
Empreendedores (nano e micro), negócios locais e catadores
Empreendedores (pequenos e médios)
Estudantes
Famílias e comunidades vulneráveis
Governo - fundos públicos ou privados e fundos de apoio à pesquisa
Grupos de risco e pessoas com comorbidades
Idosos
Público LGBTQIA+
Mulheres
Negros
Organizações da Sociedade Civil (OSC), associações comunitárias, coletivos e movimentos sociais
Pessoas em situação de rua
Pesquisadores, cientistas e acadêmicos
População em geral
Profissionais da saúde e de hospitais ou equipamentos médicos
Outros
Tipo de item: Equipamentos de Proteção
Anúncio criado 30 Abr 2020
AVISO LEGAL
O Conexão Covid Radar é um espaço virtual que tem por finalidade divulgar e aproximar instituições que possuem demandas e ofertas de produtos ou serviços necessários para o combate da COVID-19. O Conexão Covid Radar não é fornecedor de quaisquer produtos ou serviços anunciados, bem como não cobra quaisquer valores para que as instituições anunciem no site. Eventuais negociações ou operações serão realizadas diretamente pelas instituições interessadas fora do ambiente Conexão Covid Radar.